13/12/2018

Mecanismos para a integridade corporativa

Muito além da transparência
A palestra "Compliance como Diferencial para a Competitividade", que aconteceu em São Paulo no último dia 27 de novembro, foi além de conversas acerca de histórias sobre corrupção e teorias sobre códigos de conduta. Além de conhecer com mais detalhes a evolução das leis anticorrupção implantadas no Brasil e no mundo nas últimas décadas, os executivos da cadeia de plástico que participaram do evento organizado pelo PICPlast puderam trocar informações sobre suas próprias experiências.

"Não basta ter ética. É preciso provar, praticar e deixar transparecer a ética em todos os níveis de atuação. O Brasil está mudando e o que hoje é considerado vantagem competitiva amanhã será condição para a sustentabilidade das empresas", afirma Wagner Giovanini, consultor da Compliance Total e palestrante, que propôs como exercício aos participantes do evento a análise de situações cotidianas de relacionamento interpessoal em ambientes corporativos.

Mecanismos de integridade aplicados na rotina corporativa

Os executivos tiveram a oportunidade de discutir sobre como proceder em situações que podem acontecer no dia a dia das corporações no que corresponde a comportamentos íntegros e normas de boa conduta ética. Para Wagner, a receptividade de todos os que compareceram ao evento foi muito grande, incluindo a boa aceitação do uso da ferramenta I-plus, aplicativo gratuito criado para aproximar consultores e gestores e tirar dúvidas sobre procedimentos adequados na rotina de trabalho.

A partir de vídeos que simulavam situações cotidianas de relacionamento profissional, os executivos formaram grupos de discussão e respondiam a pesquisas referentes a cada cenário por meio do aplicativo gratuito.

Para alguns transformadores, essas normas internas já fazem parte da rotina de trabalho. Mas, para outros, o momento é de aprimorar esses mecanismos para alcançar um melhor desempenho, como é o caso da Plaskem. Seu diretor, Augusto Nunes, afirmou estar empolgado para aplicar em sua empresa o que viu na palestra: "Esses mecanismos são fundamentais para qualquer empresa, independentemente de seu tamanho. Como gestor, estou atento a essas normas de conduta e vou levá-las para o nosso dia a dia", disse.

O cenário legal e o ambiente jurídico estão evoluindo e trazendo mecanismos para garantir a implementação das boas práticas, fato que tem impactos diretos nas empresas e nos seus negócios. Trata-se de um movimento que não terá retrocesso e as empresas que implementarem sistemas de compliance em suas gestões serão mais competitivas e terão um diferencial no mercado.